Documentário inédito sobre caçadas de animais silvestres é lançado na Terça Ambiental

Documentário inédito sobre caçadas de animais silvestres é lançado na Terça Ambiental

Sorrateiros, pacientes e impiedosos. Assim são os caçadores que se dedicam à chamada caça de espera. Pela primeira vez um documentário retrata e denuncia a atividade ilegal. A obra Esperas – caçadas e caçadores no interior do Brasil” foi lançada com exclusividade nesta terça-feira (01/10), no evento Terça Ambiental, promovido pela AMDA.

O diretor do documentário, Dêniston Diamantino, esteve presente e contou os bastidores da produção. Ele relata que, em 2011, quando visitava um parque no norte de Minas Gerais, em uma área de preservação ambiental, avistou um caçador no alto de uma árvore. Indignado, pensou em chamar a polícia, mas em poucos minutos o homem desapareceu. Ele então decidiu se infiltrar no mundo das caçadas e produzir o documentário.

Por quase oito anos, Diamantino acompanhou vários caçadores em diferentes cidades mineiras e conheceu de perto as artimanhas para atrair os animais. Segundo o diretor, o trabalho não foi fácil e demandou tempo e paciência. “Foi difícil conseguir as imagens dos animais. Hoje em dia, mesmo nas áreas de preservação, é difícil encontrar animais livres”, relembrou.

Ele relata que ficou assustado com a quantidade de caçadores e como a atividade é uma prática esportiva comum. “É mais comum do que muitos possam imaginar. E a maioria caça por vício, por hobbie, dizem que é vocação”, comenta. Entre os animais mais cobiçados pelos caçadores, estão o veado, caititu, paca, cutia, tatu, capivara e onça.

O objetivo do filme, segundo o diretor, é sensibilizar a população e servir de alerta para uma situação que é alarmante. “A caça acontece com intensidade pelo sertão afora. Somada a tantos outros fatores, como desmatamentos, queimadas, etc., é infelizmente mais uma prática que contribui para a degradação da nossa fauna e do nosso meio ambiente.”

O evento contou com a participação do artista mineiro Tino Gomes, que fez a locução do filme. Todas as imagens do filme são reais e os nomes dos caçadores são fictícios. A obra é uma produção independente.

Para assistir ao filme, clique aqui.

 

Crédito: Marina Behring

Assista ao trailer:

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.